CORD - Clínica de Ortopedia e Recuperação Desportiva
Rua Catequese 1171, 5º andar | Jardim - Santo André/SP (11) 2669.4700 | (11) 2669.2311

OSTEOTOMIA DA TÍBIA

Um joelho normal tem o ângulo formado entre o fêmur (osso da coxa) e a tíbia (osso maior da perna) virado para fora, ou em VALGO. Isso permite a boa distribuição do peso do corpo sobre os joelho quando estamos em pé e quando andamos.

Algumas situações podem fazer com que o joelho deixe de ser valgo e seja/torne-se VARO (virado pra dentro - tipo cowboy):

       - Tendência genética

       - Retirada de fragmentos de menisco lesionado

       - Erros de pisada

       - Instabilidade articular

A modificação desse ângulo altera a distribuição de cargas sobre o joelho e um desgaste pode ser iniciado ou piorado.

O diagnóstico da causa do problema é fundamental para um tratamento mais eficaz. Exames de radiografia panorâmica e ressonância magnética são essenciais, mas a baropodometria (teste de pisada) pode acrescentar muito no planejamento terapêutico.

O tratamento busca a melhora da articulação, o que nem sempre significa deixá-la sem dor!

Fortalecimento muscular, treino de equilíbrio e correção da pisada fazem parte do nosso protocolo clínico. 

Quando não conseguimos melhorar a qualidade de vida do paciente dessa forma temos que optar por soluções cirúrgicas. A OSTEOTOMIA DA TÍBIA é um procedimento antigo que vem ganhando espaço novamente da cirurgia do joelho e medicina do esporte. Consiste em, através de um corte ósseo, endireitar a perna e fixá-la numa posição parecida com o normal, melhorando assim a distribuição de cargas no joelho, poupando novas cirurgias de menisco e evitando/desacelerando a artrose.